Segunda-feira , Junho 25 2018
Início / Gastronomia / O amor pelo pão no Chile

O amor pelo pão no Chile

Os chilenos amam pão!

Quem quer pão, quem quer pão, quem quer pão?

O pão é um alimento básico na dieta do Chile; ele é consumido numa taxa anual de 86 quilos por pessoa. Consequentemente, esse também serve como o porquê do pão chileno ser tão delicioso. Afinal, a prática é a melhor amiga da perfeição. Mesmo o renomado poeta Pablo Neruda escreveu Ode ao pão, para demonstrar a sua importância na vida cotidiana do povo chileno.

Diz-se que alguns dos melhores pães do mundo são produzidos aqui (sinta-se livre para aceitar ou rejeitar esta afirmação atrevida), mas o fato é que o Chile é sim amplamente conhecido por sua variedade de pães. É claro que para checar esse fato de perto, deve-se visitar o país.

Outra explicação para o delicioso pão chileno é a enorme influência estrangeira que o país recebeu desde a sua colonização, que trouxe os estrangeiros juntamente com a sua culinária para esses lados do globo. Sendo as principais influências oriundas das comunidades francesas, espanholas e alemãs, algo facilmente percebido nos nomes de alguns dos produtos de panificação encontrados no Chile.

Os pães do Chile

Os tipos de pães mais populares e presentes no território nacional são o Marraqueta, Hallulla, e Pan Amasado.

Marraqueta – é um pão macio de textura crocante, este é o tipo mais consumido no país inteiro, e também recebe outros nomes, o quê vai depender de onde você está no país; mas, é importante dizer que em Santiago o pãozinho apresenta-se sempre sob o seu velho nome. Este pão é usado principalmente para sanduíches e choripan.

Hallulla – é outro pão bastante popular no Chile, de  característica redonda e plana; embora não tão plano como o pão pita. Hallulla é muito utilizado na preparação de sanduíches e na hora do tão famoso once chileno.

Pan Amasado – é um pão típico chileno, tradicionalmente cozido em forno de tijolos, levando banha ou gordura vegetal na sua preparação. O Pan Amasado é tão predominante no Chile que é vendido inclusive nas estradas, rodoviárias e calçadas das cidades da nação.

Todos os pães mencionados acima estão disponíveis em todos os supermercados e mercadinhos do Chile, se você estiver no lugar certo e na hora certa, você pode até ter a chance de comprar o pão fresquinho, recém saído do forno, em qualquer um desses estabelecimentos.

Outros tipos notáveis de massas que tecnicamente podem ser chamadas de pão são: o Pan de Pascua e a Sopaipilla.

Pan de Pascua  é na realidade mais parecido com o Stollen alemão ou o Panettone italiano do quê com o pão propriamente dito. Disponível à venda somente próximo as festividades natalinas, vale a pena prová-lo se a ocasião permitir.

Sopaipilla é um tipo de pão de preparação rápida cujos ingredientes principais são abóbora e farinha. Estas massinhas em forma de disco podem adotar açúcar ou sal na sua preparação  e são tradicionalmente feitas nas casas Chile afora nos dias de chuva.

Por último, mas não menos importante, nada poderia ser mais chileno do quê comer pão tostado recheado com majar (doce-de-leite). O quê vale a pena incluir no cardápio do lanche de fim de tarde mesmo antes e/ou depois da sua viagem ao país andino. Bon provecho!

 

Texto traduzido/adaptado do original “A Bread Index for Chile” por Abigail Dantes.