Domingo , Outubro 21 2018
Início / Vinícolas e Vinhos / Vinícola Concha y Toro – Tour Tradicional

Vinícola Concha y Toro – Tour Tradicional

Post atualizado no dia 22/04/2016
Um Tour na vinícola concha y toro

A Vinícola Concha y Toro

O Chile é conhecido em todo o mundo pelo seu vinho; assim que não há melhor maneira de aventurar-se nesse aspecto do país andino do quê embarcando em um tour na bela e histórica vinícola Concha y Toro, fundada em 1883 no Vale del Maipo, situada praticamente às bordas de toda a agitação da capital Santiago. Principalmente se você estiver por um curto tempo em Santiago, a vinícola Concha y Toro é uma excelente opção para uma experiência desse tipo, uma vez que a vinícola é facilmente acessessada também através do transporte público. Em pouco menos de uma hora, as movimentadas ruas de Santiago ficam para trás, cedendo espaço às vinhas, jardins e residência, construída no século XIX, da família Concha y Toro; onde os amantes do vinho saboreiam uma taça de tinto ou branco sob os ares andinos. Destino popular tanto para os chilenos e estrangeiros (expats ou turistas), os tours na vinícola Concha y Toro estão disponíveis durante todo o ano; mesmo durante o inveno. O meses mais frios na capital são bem amenos e contam com muitos dias ensolarados. No entanto, é importante saber que a melhor época para embarcar em um dos tours é na primavera e no verão, quando as parreiras estão cheias de uvas.

Tour Tradicional na Concha y Toro

Degustação na Vinícola Concha y ToroA Vinícola Concha y Toro dispõe de três tipos diferentes de tours, sendo o mais popular deles o tour tradicional, que tarda cerca de uma hora e custa CLP 12,000. As reservas para esse tour podem ser feitas com apenas 24 horas de antecedência através do email reserva@conchaytoro.cl . Os horários são: à partir das 10:00 até às 17:10 horas, o tour inclui um passeio pela casa grande, jardins, parque da vinha Pirque, adegas, a famosa adega Casillero del Diablo, degustações de dois vinhos e uma taça de vinho de souvenir. Os visitantes também têm a opção de comprar vinhos e queijos, conhecer a loja da vinícola, assim como desfrutar da gastonomia do restaurante da Vinícola Conha y Toro cuja especialidade são os pratos típicos do Chile.

A equipe bilíngue é incrivelmente gentil e bem informada. Caso o seu grupo seja um grupo grande, informe-os com antecedência para que todos sejam acomodados da melhor maneira possível. Caso você esteja viajando com crianças, menores de 18 anos têm a entrada liberada; no entanto, é claro, serão negados a oportunidade de degustar os vinhos.

Como Chegar Na Vinícola Concha y Toro por conta Própria?

Entrada da Vinícola Conha y ToroEmbora  hajam diversas opções de realizar esses tours com inúmeras agências de turismo ou mesmo através do seu hotel, o acesso à vinícola é acessível, rápido e barato através do transporte público.

Tome o metrô até a estação Las Mercedes (na linha azul, ou a linha 4) e dirija-se a saída titulada “Concha y Toro Poniente”. Dalí, há a opção de tomar um táxi (ao redor de CLP 4,000) até a vinha ou tomar um microbus até Pirque (números 73, 80 ou 81). Ao sair do metrô, a viagem de táxi ou ônibus demoram cerca de 15 à 25 minutos respectivamente. Mas, atenção, uma dica importante é: Quando viajando com o transporte público tente evitar os horários de pico, no período da manhã, das 8:00 às 10:00 horas; e na parte da tarde, das 17:00 às 19:00 horas. Embora a viagem nesses horários seja absolutamente possível, o grande incoveniente é quê os ônibus e metrô encontram-se lotados.

Os produtos disponíveis na loja de souvenirs e as degustações de vinhos extras são bastante caros e as garrafas de vinho pode ser compradas por preços mais convênientes nos grandes supermercados da capital. Contudo, a experiência de embarcar em um desses tours é realmente algo que qualquer turista deve fazer, quer esteja em Santiago do Chile por dois ou dez dias. Esta é uma experiência cultural que proporciona uma tarde relaxante, cheia de curiosidades e grandour. Durante o tour tradicional, desfrute de um dia ensolarado, com uma taça de vinho na mão, e as belas montanhas dos Andes como pano de fundo.

Texto traduzido/adaptado do original “Concha y Toro” por Abigail Dantes.