Sábado , Agosto 18 2018
Início / Parques Urbanos / Parque de Las Esculturas

Parque de Las Esculturas

Parque de Las Esculturas Santiago Chile

Parque de Las Esculturas

A capital chilena é uma cidade onde não faltam museus interessantes. E também é uma cidade onde na maior parte do ano tem-se um clima bastante agradável. Assim que, mesmo se você estiver interessado em explorar os museus históricos e artísticos de Santiago; em certos dias seria uma pena desperdiçar uma manhã ou tarde ensolaradas dentro de um edifício. Mas, uma solução perfeita para esse dilema é o Museo Parque de las Esculturas. Este museu ao ar livre é, na realidade, um parque pitoresco localizado na animada vizinhaça Providencia, que conta com esculturas de artistas chilenos e também de outros países.

História do Parque de Las Esculturas

Parque de Las Esculturas SantiagoA história do parque é o exemplo perfeito da velha situação “quando a vida lhes trouxer limões, faça deles uma refrescante limonada.” Em 1982, ocorreu uma das maiores enchentes da história de Santiago. O Rio Mapocho transbordou consequentemente causando desruição em diversos setores da cidade.

Uma dessas áreas foi onde hoje está localizado o Parque de las Esculturas (entre a Avenida Santa Maria e o rio, estendendo-se entre Pedro de Valdivia e Nueva Lyon). O quê anteriormente era um belo jardim urbano foi completamente devastado pela correnteza. Na esperança de transformar o ocorrido em uma situação positiva, um grupo de artistas locais começaram uma iniciativa para criar o Parque de las Esculturas. Eles queriam embelezar os jardins destruídos, e ao mesmo tempo, promover a expressão artística na cidade.

A idéia foi bem aceita , e o parque, desenhado pelo arquiteto alemão Bannen, foi inaugurado em 1986.

A primeira escultura do parque foi “Pachamama”, de Marta Colvin (1907-1995). Desde a inauguração, a coleção tem crescido de forma constante; e atualmente, o parque conta com cerca de 40 esculturas permanentes. Conhecidos e respeitados artistas chilenos criaram muitas das obras, e várias das peças ganharam prestigiosos prêmios internacionais.

Há também uma sala de exposição para exibições rotativas, que muitas vezes apresentam o trabalho de artistas emergentes. O parque é bem preservado e possui árvores e flores oriundas de todo o mundo, o quê o faz lembrar um jardim botânico. Durante um piquenique por aqui você se encontrará rodeado por vegetação exuberante e intigantes peças de arte – é a atividade ao ar livre perfeita para uma tarde ensolarada de verão ou inverno em Santiago. Em dias de céu claro, você pode até vislumbrar a Cordilheira dos Andes. E caso você decida prolongar a sua visita ao parque até o entardecer, você não se decepcionará  com as instalações de luz que foram criadas pelo engenheiro argentino Ruben Amsel, em 2013.

Como Chegar no Parque de Las Esculturas

Parque de Las Esculturas Providencia SantiagoPara chegar ao parque, tome o metrô até a estação Pedro de Valdivia e em seguida, tome a saída norte. Continue caminhando até cruzar a ponte Pedro de Valdivia, que já é uma das bordas do parque.

A entrada para o parque é gratuita, e não há passeios guiados disponíveis. O Parque de Las Esculturas assemelha-se muito mais à um parque urbano do quê à um museu, mas é cercado por portões que se fecham quando o parque não mais está apto para os transeuntes e|ou visitantes.

O horário de funcionamento é de 10:00 horas às 19:00 horas, todos os dias da semana. O parque está aberto todos os dias do ano, mas às vezes é ocupado por shows e eventos. O Festival Internacional de Jazz de Santiago acontece aqui todos os  verões.

Um bom passeio e não esqueça do seu Bip!Card para usar o transporte público de Santiago.