Domingo , Novembro 19 2017
Início / Destinos Turísticos / Viña del Mar – Praia, museu & gastronomia

Viña del Mar – Praia, museu & gastronomia

Cidade Vina del Mar

Viña del Mar – Cidade Praiana

Há  90 minutos ao noroeste de Santiago e diretamente ao norte de Valparaiso, encontra-se Viña del Mar, a cidade praiana preferida dos chilenos. Viña del Mar foi a casa dos primeiros vinhedos do Chile, seu nome literalmente significa “vinha à beira-mar” e embora hoje em dia não seja a cidade mais dinâmica para passeios turísticos, Viña (como é mais conhecida por aqui) merece ser visitada, pricipalmente se você está afim de passar uma tarde na praia, ver um ou dois museus e um belo  parque urbano.

Como Chegar em Viña del Mar por conta?

vina-del-mar1Desde Santiago, os ônibus para Viña del Mar saem por volta de cada 15 minutos, tanto da estação Pajaritos (Metrô Pajaritos) como da rodoviária da Estação Central (Metrô Universidad de Santiago). De carro, tome a  Ruta 68 em diração à Ruta 60  no caminho para Valparaíso, e continue pela Autopista Troncal Sur, que irá levá-lo diretamente a Viña. Não esqueça de levar dinheiro, pois há vários pedágios ao longo da estrada.

Na orla de Viña a praia se extende por vários quilômetros ao lado de uma via pavimentada para pedestres que começa em Valparaiso e segue até os afluentes bairros Reñaca e Concon. Desde o lado sul da cidade, ao longo da orla,  nas avenidas España e Marina, encontram-se alguns dos destinos mais interessantes de Viña; entre eles o famoso Relój de Flores (Relógio de Flores) e o Castillo Wolff, uma propriedade do início do século XX que virou uma galeria de arte construída por sobre as rochas costeiras. Por aqui você também encontrará o Hotel Sheraton e a sua deslumbrante terraça com vista para a orla, um ótimo lugar para tomar para um cocktail durante o pôr-do-sol.

Parques & Museus

Viña Del Mar - Relógio de FloresJuntamente com as suas praias, Viña del Mar é a casa de alguns dos mais belos parques urbanos do país. O Jardim Botânico Nacional (Jardín Botánico Nacional) está localizado nos arredores da cidade, à 8 km do centro, e abriga 61 hectares de terreno com mais de 3.000 espécies de plantas. Para chegar até os jardins, tome um táxi ou o ônibus 203 na Calle Alvarez em direção a Puente El Olivar, cruze a ponte e à apenas 500 metros ao norte você encontrará os portões do parque.

A entrada custa CLP 1.200 para os adultos e CLP 400 para crianças. Outro belo parque urbano em Viña é o Parque Quinta Vergara, que foi por muito tempo a residência da família fundadora da cidade, a família Alvarez-Vergaras. Agora um parque amplo aberto ao público e endereço do Museo de Bellas Artes (fechado por tempo indeterminado devido aos danos causados pelo terremoto de 2010). Neste parque, há também  um grande anfiteatro e labirintos de caminhos pedestres, a entrada é gratuita e o parque está aberto sempre de terça à domingo.

No Centro da Cidade, na Avenida Libertad, o The Fonck Archaeology and History Museum exibe artefatos das culturas indígenas chilena e latino-americana, incluindo ourivesaria mapuche e uma das estátuas Moai da Ilha de Páscoa. A entrada custa CLP 2.000 para adultos, o museu está aberto de terça a sábado das 10:00 às 18:00, com horário reduzido nos domingos e na segundas-feira.

Gastronomia

Gastronomia em Viña del MarPara comer em Viña, frutos-do-mar tem que ser a sua primeira opção. O cais do porto em Caleta Portales, localizado entre Valparaiso e Viña, cujo acesso poder ser feito através do metrô e qualquer ônibus com destino a Valparaiso, é ladeado por diversos restaurantes cuja especialidade é a preparação de frutos-do-mar. No entanto uma opção imperdível para almoçar/jantar é o restaurante mais famoso de Viña del Mar, o popular Flor de Chile na esquinda das ruas 8 Norte e 1 Poniente, no cardápio as preparações disponíveis são essecialmente os clássicos pratos chilenos. Nos finais de semana não se surpreenda se você tiver que enfretar fila para conseguir uma mesa no Flor de Chile.

Combine sua viagem a Viña del Mar com uma visita a Valparaíso ou a vinícola Casablanca e não perca a oportunidade de relaxar à beria-mar juntamente com muitos outros turistas que não dispensam uma visita a esta cidade.

Texto traduzido/adaptado do original “Viña del Mar” por Abigail Dantes.